Amargosa Notícias - Informação com credibilidade. Todas as novidades sobre Amargosa e região. (Notícias, Política, São João, Entretenimento, Salvador, Esportes, São Miguel das Matas, Elisio Medrado, Valença, Varzedo, Santo Antonio de Jesus, Cruz das Almas, Milagres, Nova Itarana, Salvador, Feira de Santana, Laje, Mutuipe)

Bahia — 8 de fevereiro de 2018 às 16:50

Sete são detidos suspeitos de integrar quadrilha de roubo de gado de raça; grupo chegou a faturar R$ 400 mil

Sete são detidos suspeitos de integrar quadrilha de roubo de gado de raça; grupo chegou a faturar R$ 400 mil


Caso aconteceu na região de Teixeira de Freitas; presos foram ouvidos e liberados por não ter flagrante.

Sete pessoas foram detidas em uma operação contra o roubo de gado na região de Teixeira de Freitas, extremo sul da Bahia. Segundo o delegado responsável pelo caso, Manuel Andreeta, a quadrilha agia nos municípios de Caravelas, Medeiros Neto, Vereda e Teixeira de Freitas.

Na investigação, a polícia descobriu que a quadrilha é dividida em duas e possui logística para a prática dos roubos com funções para cada integrante da equipe. O grupo tinha dois caminhões para o crime e chegou a lucrar mais de R$ 400 mil com os roubos.

Segundo a polícia, a última ação do grupo criminoso aconteceu no domingo (4), na cidade de Vereda. Foram levados 50 vacas e 2 garrotes, todos da raça Nelore e com valores estimados em R$ 120 mil, de uma fazenda do município.

Gado roubado ficava em curral de propriedade de um dos criminosos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Gado roubado ficava em curral de propriedade de um dos criminosos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

O gado roubado ficava no curral da propriedade rural de um dos integrantes do grupo, no assentamento Rosinha do Prado, em Prado, no sul da Bahia. Lá foram encontradas 30 cabeças de gado da raça Nelore. Foram abatidos 108 gados roubados.

A polícia ainda informou que o gado roubado era vendido para um frigorífico da região, onde notas promissórias foram apreendidas no valor total de R$ 82 mil. À polícia, o proprietário do local alegou que desconhecia a ação criminosa do grupo.

Todos as sete pessoas detidas foram encaminhadas para a delegacia de Teixeira de Freitas, ouvidas e liberadas. Segundo a polícia, elas foram liberadas porque não houve flagrante. O gado encontrado em posse da quadrilha foi devolvido aos donos.

Segundo o delegado Manuel Andreeta, o grupo irá responder por crime de associação criminosa e roubo qualificado, com pena de 2 a 8 anos de prisão.

Grupo chegou a lucrar R$ 400 mil com os roubos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Grupo chegou a lucrar R$ 400 mil com os roubos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Caminhão que estava com grupo era usado para roubo (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Caminhão que estava com grupo era usado para roubo (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Grupo usava caminhão para praticar roubos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Grupo usava caminhão para praticar roubos (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Caminhão foi apreendido pela polícia (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

Caminhão foi apreendido pela polícia (Foto: Rafael Vedra/Liberdadenews.com.br)

G1Ba

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Sobre o Autor

Edson Andrade

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam