Amargosa Notícias - Informação com credibilidade. Todas as novidades sobre Amargosa e região. (Notícias, Política, São João, Entretenimento, Salvador, Esportes, São Miguel das Matas, Elisio Medrado, Valença, Varzedo, Santo Antonio de Jesus, Cruz das Almas, Milagres, Nova Itarana, Salvador, Feira de Santana, Laje, Mutuipe)

Amargosa — 12 de março de 2019 às 11:27

Leobino José de Souza, Liúba do Mingau, um professor

Leobino José de Souza, Liúba do Mingau, um professor


Conheci Leobino quando eu ainda pequeno, morador da Rua do Ribeirão, e ele já famoso na cidade por vender mingau, com seu jeito determinado de ser, tabuleiro na cabeça, risada inconfundível e um modo peculiar de tratar as pessoas.

Depois convivi mais diretamente como aluno do Colégio Santa Bernadete, quando meu pai determinava que a merenda (mingau ou creme) só podia ser consumida duas vezes por semana e ele sempre com um jeito carinhoso, oferecia para além dos dias acordados por meu pai, afirmando que não precisava me preocupar que ele convencia Mimiro.

Em 1989, eleito vereador pela primeira vez, na Câmara Municipal de Amargosa me deparo com o mesmo Leobino, agora em lado oposto a política que eu praticava. Ele já experiente e nossas discussões resultaram várias vezes em debates memoráveis, quando por diversas vezes perdia a paciência com aquele seu jeito conciliador buscando garantir a votação dos projetos do Prefeito da época.

Lembro-me em uma das discussões mais calorosas o que ele me dizia: “Menino, você tá sonhando muito, dizem que a política é como plantar alface, a colheita é rápida, você esta querendo plantar jabuticaba que às vezes só começa a produzir com doze anos”.

A nossa convivência na Câmara foi de quatro anos, até que um dia encontro ele na porta do Bradesco, na época candidato a Deputado Federal (2002), ele com aquele mesmo jeito, afirmando: “Não é que a Jabuticabeira está começando a florir!”. Demos risada e a vida seguiu. Depois, em 2005, já na Prefeitura de Amargosa tive o prazer de reencontrá-lo como colega de trabalho.

Esse preâmbulo é só pra relembrar um pouco da convivência com Leobino e aproveitar para prestar homenagem a esse cidadão ímpar, especialista na arte do bem conviver, professor na política das boas relações, detentor das melhores gargalhadas, que soube entrar e sair da política partidária de modo exemplar e acredito que sem inimigos.

Quando vejo hoje a política de Amargosa sendo praticada baseada no ódio, na inveja, na difamação, no uso indevido das redes sociais, na mentira, na necessidade de alguns em difamar os outros para agradar os seus caciques, me vem à boa lembrança da convivência com Leobino José de Souza, Liúba do Mingau.

Ao longo dos seus, quase 87 anos, firme e forte, todos nós que praticamos a boa política em Amargosa devíamos aproveitar e unidos prestar uma homenagem a esse grande homem, tanto pelos seus cinco mandatos de vereador, mas principalmente pelo bom exemplo que nos deu/dá, praticando a “arte” da política de forma fraterna e respeitosa.

Sua história, por certo, servirá de exemplo para os mais próximos, para os que tiveram a honra de conviver com ele, como eu, e para quem pensa e quer fazer da política a arte de estreitar relações e de perseguir o bem comum.

Valmir Sampaio

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Sobre o Autor

Edson Andrade

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *