Amargosa Notícias - Informação com credibilidade. Todas as novidades sobre Amargosa e região. (Notícias, Política, São João, Entretenimento, Salvador, Esportes, São Miguel das Matas, Elisio Medrado, Valença, Varzedo, Santo Antonio de Jesus, Cruz das Almas, Milagres, Nova Itarana, Salvador, Feira de Santana, Laje, Mutuipe)

Bahia — 20 de fevereiro de 2019 às 14:28

Caso Eva Luana: padrasto é preso após jovem denunciar anos de abuso

Caso Eva Luana: padrasto é preso após jovem denunciar anos de abuso


Em um total de cinco postagens, a jovem relata ter sido submetida a cenas de humilhação e violência, quando chegou a ter que dormir na casa do cachorro, comer o próprio vômito e ser espancada

O caso da estudante Eva Luana, de 20 anos, tomou conta das redes sociais nesta semana por conta da denúncia de agressões e abusos sexuais que teriam sido cometidos pelo padrasto dela há pelo menos oito anos. De acordo com a titular da Delegacia da Mulher em Camaçari (Deam), Florisbela Rocha, em entrevista ao Metro1, o suspeito, identificado como Thiago Alves, está detido desde o dia 13 de fevereiro para investigação do caso.

Eva Luana chegou a ser dada como desaparecida, mas conseguiu apresentar a denúncia e divulgou o relato nas redes sociais. Em um total de cinco postagens, a jovem relata ter sido submetida a cenas de humilhação e violência, quando chegou a ter que dormir na casa do cachorro, comer o próprio vômito e ser espancada.

“Existiam castigos e punições pra tudo. Até mesmo se eu não pagasse uma conta no banco que estava super lotado, mesmo tendo horários no trabalho ou estágio. Meu celular era vistoriado todos os dias a noite”, escreveu a jovem em um dos posts.

O secretário de Habitação de Camaçari, Junior Borges, divulgou uma nota de repúdio sobre o ocorrido e afirmou que a pasta está acompanhando de perto o caso. “Pela aproximação conquistada com a garota Eva Luana, o secretário Júnior Borges, junto com a Sehab, tem acompanhando e estado atento à todas as informações sobre o caso, prestando solidariedade e dando todo o apoio possível para que esta terrível tragédia na sua vida tenha as menores consequências possíveis e que Eva possa seguir a sua vida com segurança, respeito e alegria”, afirmou, por meio de nota.

Ao Metro1, a delegada Florisbella afirmou que o procedimento já foi concluído e remetido à Justiça. “Nós fizemos os meios que a lei nos fornece. Pedimos a medida protetiva no dia 30 de janeiro. A medida saiu logo e logo cumprimos. Ouvimos todas as partes e, no dia 13, estávamos com a ordem de prisão e desde então ele está preso à disposição da Justiça”, declarou. Fonte: Metro1

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Sobre o Autor

Edson Andrade

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *