Amargosa Notícias - Informação com credibilidade. Todas as novidades sobre Amargosa e região. (Notícias, Política, São João, Entretenimento, Salvador, Esportes, São Miguel das Matas, Elisio Medrado, Valença, Varzedo, Santo Antonio de Jesus, Cruz das Almas, Milagres, Nova Itarana, Salvador, Feira de Santana, Laje, Mutuipe)

Amargosa — 22 de fevereiro de 2019 às 14:07

Após pedido de reconsideração do presidente da Câmara de Amargosa, TCM suspende determinação de ressarcimento

Após pedido de reconsideração do presidente da Câmara de Amargosa, TCM suspende determinação de ressarcimento


O Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCM) publicou na edição do Diário Oficial desta sexta-feira (22), o parecer do relator José Alfredo Rocha Dias, determinando a suspensão total do ressarcimento aos cofres públicos no valor de R$ 41.514,99, imputado ao Presidente Marcos Paulo Andrade Sampaio, responsável pela gestão da Câmara de Vereadores de Amargosa, exercício 2017, conforme parecer preliminar divulgado no final do ano passado.

Na ocasião, o presidente foi a publico e esclareceu que o Tribunal de Contas apenas não identificou na documentação apresentada, a autenticação bancária da folha de pagamento dos servidores referente ao mês de janeiro de 2017. O próprio TCM/BA teve a responsabilidade de registrar que o ressarcimento seria anulado tão logo fosse apresentado o Pedido de Reconsideração com a folha devidamente autenticada. “Desde que surgiu esta informação estive tranquilo e consciente que tudo seria resolvido. A minha história enquanto gestor sempre foi marcada pela eficiência e responsabilidade no trato com os recursos públicos. Infelizmente alguns de nossos opositores teimam em querer manchar a nossa história, mas como dizem os mais experientes: ‘Ninguém joga pedra em arvore que não dá frutos’, desabafou Marcos Sampaio.

Com a decisão divulgada pelo TCM, a gestão da Câmara de Amargosa, sob a presidência do vereador Marcos Paulo Andrade Sampaio reafirma mais uma vez o seu compromisso em atuar de forma responsável com os gastos públicos, sempre em conformidade com o que está previsto em Lei.

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Sobre o Autor

Edson Andrade

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *