Amargosa Notícias - Informação com credibilidade. Todas as novidades sobre Amargosa e região. (Notícias, Política, São João, Entretenimento, Salvador, Esportes, São Miguel das Matas, Elisio Medrado, Valença, Varzedo, Santo Antonio de Jesus, Cruz das Almas, Milagres, Nova Itarana, Salvador, Feira de Santana, Laje, Mutuipe)

Amargosa — 7 de novembro de 2016 às 16:47

Amargosa: 1º caso de chikungunya confirmado

Amargosa: 1º caso de chikungunya confirmado


A Secretaria de Saúde de Amargosa confirmou o primeiro caso de febre chikungunya. Segundo as informações obtidas, no mês de março, um senhor de 70 anos apresentou os sintomas da doença. Uma amostra de sangue foi coletada e enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (LACEN), que fica em Salvador. O resultado só foi confirmado agora, cerca de seis meses após o paciente apresentar os sintomas.
Agentes realizando ação de pulverização em UBV
Logo após a confirmação, os agentes de endemias foram até o local e realizaram uma ação de pulverização em UBV, popularmente conhecido como fumacê.
Vale destacar que este ano, o município já registou 35 casos suspeitos de Zika, 19 casos suspeitos de chikungunya e 43 casos suspeitos de dengue. Destes, apenas um caso de dengue e outro de chikungunya foram confirmados até o momento.
Segundo Wanessa Geórgia, coordenadora da Vigilância Epidemiológica em Amargosa, o atraso na divulgação dos resultados dificulta o trabalho dos profissionais. “Essa demora atrapalha o planejamento das ações de combate ao Aedes, pois além de não conseguirmos entregar o resultado aos usuários de saúde que ficam sem saber se tiveram ou não a doença, também não conseguimos identificar os bairros com maior incidência para intensificarmos as ações”,destaca a coordenadora.
A Coordenadora da Vigilância Epidemiológica em Amargosa deu algumas dicas simples, mas que podem evitar a proliferação do mosquito e evitar estas graves doenças. “Cerca de 2/3 dos criadouros estão nas residências, portanto um fator fundamental para prevenção e combate ao aedes é o cuidado doméstico como: tampar os toneis e caixas d’água, manter as calhas sempre limpas, deixar garrafas ou recipientes que acumulem água com a boca para baixo, manter lixeiras bem tampadas, deixar ralos limpos e com aplicação de tela, limpar semanalmente vasos de plantas ou preencher com areia, limpar semanalmente com escova os potes de água para animais, geladeiras que acumulam água no compartimento externo devem ser limpas semanalmente, além disso, pneus devem ser acondicionados em locais cobertos”, pontuou Wanessa Geórgia.
Fonte:  Amargosa News

Compartilhe

Notícias Relacionadas

Sobre o Autor

Edson Andrade

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protected by WP Anti Spam